Variedades

‘Cloroquina não será distribuída de forma generalizada em SP’, afirma Doria

Em documento divulgado nesta quarta-feira (20) com o novo protocolo, o Ministério da Saúde recomenda a prescrição da cloroquina desde os primeiros sinais da doença causada pelo novo coronavírus.

Embora não haja comprovação científica de sua eficácia, o uso do medicamento é defendido pelo presidente Jair Bolsonaro.

Durante coletiva de imprensa realizada hoje (20), o governador João Doria foi questionado pelos repórteres sobre a nova determinação federal.

Doria afirmou que não haverá distribuição e aplicação generalizada da cloroquina no Estado de SP. “A ciência não recomenda e não orienta esse procedimento”, afirmou.

Também em resposta ao mesmo questionamento, o secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann Ferreira, lembrou que a cloroquina não é um medicamento que se distribui sem prescrição. “É uma indicação do médico com consentimento do paciente”, orientou.

A coletiva de imprensa do Governo de SP de hoje (20) pode ser acompanhada neste link.


Compartilhe!