Comportamento Variedades

Veneno de serpente tem proteínas com potencial farmacológico

Pesquisadores identificaram fragmentos de proteínas com potencial farmacológico para condições cardíacas, bactérias, fungos, vírus e câncer, entre outros, no veneno da jararaca-do-norte (Bothrops atrox), e de uma espécie de tarântula (Acanthoscurria rondoniae), ambas da região amazônica.

O próximo passo da pesquisa é confirmar a ação dessas substâncias por meio de trabalhos experimentais que deverão ser feitos em modelos celulares e animais, já que os resultados são apenas indicativos de atividades biológicas potenciais.

Os estudos envolvem pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Universidade de São Paulo (USP) e do Instituto Butantan, e são apoiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Fonte: Agência Brasil e EBC


Compartilhe!