Notícias

Brasil avalia aplicar dose de reforço a públicos específicos; saiba quais

Parte da população brasileira deve receber uma terceira dose da vacina contra a Covid-19. A avaliação foi feita nesta segunda-feira (16) pela secretária de enfrentamento à covid-19 do Ministério da Saúde, Rosana Melo.

Ao participar da reunião da Comissão Temporária da Covid-19 do Senado, a secretária avaliou que a experiência norte-americana de mais uma dose em grupos prioritários deve ser acompanhada pelo Brasil.

É o caso de pessoas com sistema imunológico mais frágil como transplantados, portadores do vírus HIV e de pacientes com câncer.

Vale destacar que os países que já aplicam a terceira dose se basearam em estudos que indicam que a imunidade diminui com o tempo.

Ainda segundo Rosana, no Brasil, os grupos prioritários, caso a estratégia se confirme, não devem ser diferentes dos priorizados nos Estados Unidos.

Com informações da Agência Brasil e EBC


Compartilhe!